Cansaço e Prevenção

Olá Professor@!

Os sintomas de cansaço, falta de energia e esgotamento vem criando inúmeros adeptos pelo mundo, muitas vezes não são passageiros, podem ser crónicos e precisam ser acompanhados por especialistas.
Em meio da pressão externa profissional, e todas as outras necessidades pessoais que tomamos como prioridades podem agravar esses sintomas que descreverei abaixo, e claro, boas dicas e um estilo de vida saudável sempre serão bem vindos e particularmente, necessários.

A má alimentação pode ser um fator que gera extremos cansaço e fraqueza. Noites mal dormidas, excesso de exercícios físicos, gravidez, amamentação, problemas de tireóide, depressão, falta de ferro, menopausa, diabetes não diagnosticada, fibromialgia, contato com pessoas de baixo astral, ingestão de determinados medicamentos, exposição à radiação, são alguns fatores que causam o cansaço.

Em nosso trabalho, como professores, estamos expostos a quase todos esses sintomas, se não vistos e tratados como a forma de um estilo de vida. Hoje quero focar na falta de vitaminas que o corpo precisa, e que muitas vezes não damos conta que essas vitaminas são encontradas em simples alimentos. Como por exemplo, as frutas de inverno. Seguirei a tabela da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, o Ceagesp.

Abacate: é rico em gorduras e proteínas e na cozinha se revela muito versátil. Pode ser consumido temperado em saladas ou misturado com leite e açúcar.

Banana: a fruta mais popular do Brasil, tem alto valor nutritivo, açúcar e sais minerais, principalmente potássio, além de vitaminas A, B1, B2 e C.

Laranja: A laranja também é rica em vitamina C, que atua como antioxidante e ajuda na síntese do colágeno da pele.

Ótima fonte de vitamina A, e alguns fitoquímicos chamados de bioflavonóides, é uma excelente fruta para alergias, retenção hídrica e ajuda muito nos processos inflamatórios.

Fonte de cálcio, fósforo, fibras, pectina e sais minerais, a laranja auxilia no fortalecimento da estrutura óssea, na absorção da glicose, no funcionamento intestinal, na redução do colesterol e na neutralização do ácido úrico.

Uma boa pedida é fazer um suco verde com a fruta, essa receita ajuda na desintoxicação do organismo. Basta bater em um liquidificador 1 cenoura grande, 2 dedinhos de raiz de gengibre, 1 pepino, 2 folhas de couve manteiga e 1 laranja lima.

Maçã: tem um alto poder antioxidante, ajuda na prevenção do colesterol, é rica em fibras (solúveis), vitamina C e compostos fenólicos.

As fibras influem muito na redução do colesterol, pois elas ajudam a diminuir a quantidade deste no intestino delgado e a absorção dos lipídeos, já os compostos fenólicos atuam na inibição da oxidação da LDL-C e da agregação plaquetária, o que nos protege da arteriosclerose. 

Além de prevenir o colesterol, uma dieta que contém maçã, pode reduzir os ricos de doenças pulmonares, cardíacas, asma, diabetes e o desenvolvimento de câncer, além de ajudar a perder peso. Como já dizia Hipócrates: “Faça do seu alimento seu medicamento”.

Morango: rico em minerais, vitaminas e fibras, ótimo para o cérebro, a memória e para o desenvolvimento do sistema nervoso, graças a uma substância chamada fisetina. Até suas folhinhas devem ser aproveitadas: usadas para fazer chás, atuam como diuréticos e ajudam a purificar o sangue!

Dica: coma os morangos, preferencialmente, inteiros, sem cortar ou picar muito, pois os antioxidantes da fruta se perdem quando em contato com o ar. Da mesma forma, quando for fazer um suco no liquidificador, evite bater por muito tempo, pois assim as vitaminas são preservadas.

Tangerina: Assim como o morango, a tangerina possui grande quantidade de vitamina C, que estabiliza a estrutura do colágeno e neutraliza os radicais livres, preservando a elasticidade, a firmeza e a resistência da pele, além de prevenir o aparecimento de manchas e o envelhecimento precoce. Não muito calórica (aproximadamente 40 calorias por 100 gramas), a fruta de aroma marcante possui um bom efeito diurético, pois é rica também em fibras – quando ingerida com o bagaço, facilita a formação de resíduos que melhoram o funcionamento do intestino!

Dica: para quem faz dieta para emagrecer, comer uma tangerina dez minutos antes das refeições é uma boa – ela evita que os alimentos sejam transformados em glicose, ajudando a manter o peso.
Pêra: assim como a tangerina, a pera é uma fruta rica em vitaminas A, C e do complexo B, com concentração de minerais como potássio, silício, ferro, magnésio, enxofre, fósforo e cálcio. É indicada para diabéticos e para quem faz dieta, pois o consumo da fruta ajuda a emagrecer mais rápido e a perder barriga (por ser muito rica em fibras insolúveis, que ajudam na sensação de saciedade e regularizam o ciclo intestinal). Além do mais, também é uma fruta que pode ser comida sem grandes preocupações: um pouco mais calórica que a tangerina, possui cerca de 56 calorias a cada 100 gramas.
Dica: a pera é uma fruta ótima para sobremesas, tortas, compotas, cremes, etc, e cai muito bem como acompanhamento de queijos picantes e de sabor forte. Para não escurecer depois de cortada, esprema um pouco de limão por cima.

Também compartilho uma prática de Yoga, para se fazer em pé. Ajudará no equilíbrio e restabelcimento das funções psíquicas, emocionais e físicas.

Utthita Pavam Muktásana (Equilíbrio)

Esse exercício auxilia a desenvolver a concentração e ajuda-nos a focar nossa energia nas metas que determinamos para a nossa vida. Ele também trabalha nosso equilíbrio físico e emocional. Pode ser que, quando você estiver agitado ou abalado emocionalmente, seja difícil executá-lo, mas se você persistir, ele irá restabelecer o equilíbrio perdido.

  • Una os pés e sinta seu peso.
  • Olhe para um ponto fixo à sua frente. Isto o ajudará a manter a concentração.
  • Desloque o peso do corpo para o pé esquerdo e flexione o joelho direito, elevando-o lentamente, enquanto inspira profundamente.
  • Segure o joelho com as duas mãos e mantenha a coluna, naturalmente, ereta.
  • Faça cinco respirações profundas e desfaça lentamente, baixando a perna e soltando o ar.
  • Execute agora com a outra perna.

Chandrásana (Posição da Lua)
As flexões laterais ajudam a manter a coluna saudável, pois alongam os músculos que ligam uma vértebra na outra. Além disso, reduzem a adiposidade na região da cintura e estimulam o fígado, baço e pâncreas. Emocionalmente, essa categoria de exercícios ensina-nos a sermos mais flexíveis em nossos pontos de vista, a termos mais “jogo de cintura”.

  • Afaste os pés cerca de quatro palmos e mantenha-os paralelos. 
  • Erga os braços até a altura dos ombros, inspirando.
  • alinhamento entre os quadris e os ombros, como se você estivesse encostado numa parede.
  • Permaneça por cinco respirações e comece a desfazer, inspirando e endireitando o tronco.
  • Repita o movimento para o lado esquerdo.
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s